Blog

Acompanhe as novidades e ultimas postagens.

O que causa isso e como você pode evitá-lo?

Sumário


Se você administra um site comercial ou pessoal, o tempo de inatividade pode ser um grande problema. Principalmente se você não souber por que isso aconteceu ou o que pode fazer para consertar. Mas não se preocupe – exploraremos tudo o que você precisa saber sobre tempo de inatividade do site neste guia simples.

Tempo de inatividade do site definido

Um site é descrito como “fora do ar” quando:

  • totalmente inacessível
  • incapaz de realizar suas funções principais (por exemplo, reproduzir vídeos)

Mas por que você precisa levar o tempo de inatividade do site tão a sério?

Porque é uma séria ameaça ao sucesso online de qualquer empresa hoje. A interrupção do site, mesmo que breve, pode:

  • deixa os clientes frustrados e insatisfeitos com sua marca
  • prejudicar a reputação da sua empresa (especialmente se a interrupção do site for uma ocorrência frequente)
  • contribuir para uma queda na classificação do seu mecanismo de pesquisa
  • fazer com que você perca clientes e perca uma receita valiosa

Seu site é a cara da sua empresa hoje. E, em muitos casos, é o ponto de contato mais importante na jornada de seus clientes: se eles não puderem acessar seu site para saber mais sobre sua marca ou comprar produtos / serviços, eles terão pouca escolha a não ser procurar em outro lugar.

Portanto, é essencial que seu site esteja disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana – não importa o quão complicado isso possa parecer.

Quais são as maiores causas de indisponibilidade do site?

Vários problemas podem causar a interrupção do site. Aqui estão os mais comuns:

Problemas de hardware

Em mais da metade dos casos de tempo de inatividade que afetam SMBs, o hardware é o culpado.

Você pode pensar que tem todas as suas bases cobertas com controladores de rede, várias fontes de alimentação e níveis de redundância, mas ninguém pode prever quando ocorrerá uma grande queda de energia ou quando os cabos serão danificados.

Mesmo quando você toma várias medidas para proteger seu hardware, ainda existe o risco de que ele falhe uma vez ou outra – levando seu site com ele.

Hospedagem de site inferior

Então, seu provedor de hospedagem ofereceu uma garantia de uptime de 99%?

Infelizmente, esse não vale o papel em que está impresso.

Mesmo se o provedor prometesse um tempo de atividade de apenas 75%, eles não forneceriam uma compensação pelo dinheiro que você perde durante o tempo de inatividade. Eles apenas irão compensá-lo pelo preço que você pagou pelo serviço deles enquanto seu site estava fora de ação. E isso provavelmente não será muito.

Uma hospedagem ruim de sites é um dos maiores motivos para a interrupção do site, e você não saberá quanto tempo ele ficará inativo porque é improvável que seu provedor compartilhe suas estatísticas mensais de inatividade com você.

Mas o monitoramento de sites pode ajudar. Você saberá exatamente por quanto tempo seu site está fora do ar e se é hora de começar a procurar novos fornecedores para organizar um negócio melhor.

Falhas de DNS

DNS problemas são outra das causas mais comuns de inatividade de sites. Em alguns casos, isso se deve à espera de sua propagação e, em outros, o DNS simplesmente foi considerado errado. E algo tão simples como escrever um servidor de nomes incorretamente pode ser o responsável.

Se o seu site não está carregando devido a um problema de DNS, você deve identificar a causa exata e corrigi-la imediatamente.

Ataque de cibersegurança DDoS

UMA DDoS (negação de serviço distribuída) ataque ocorre quando um ou mais culpados inundam um servidor com solicitações. O objetivo deles é sobrecarregar o servidor, travá-lo e causar interrupções no servidor.

Seu site pode nem mesmo ser o alvo pretendido, mas pode cair se um site com o qual você compartilha um servidor for atacado. Isso é algo em que você precisa pensar ao navegar por um plano de hospedagem compartilhada confiável.

Mesmo um blog pessoal ou qualquer outro site não comercial, não importa o quão inócuo, pode ser vítima de um ataque DDoS se compartilhar um servidor com o domínio de destino.

Considere o tempo de inatividade do site e do servidor um perigo real se você optar por um servidor compartilhado, em vez de dedicado.

Hacks maliciosos

Os hackers podem encontrar quaisquer falhas de segurança ou outras violações penetráveis, explorá-las e derrubar seu site com eficiência implacável. Mesmo que eles não tenham motivação real: eles podem fazer isso apenas porque podem.

Hackers mal-intencionados podem ter como alvo seu site especificamente (ao contrário dos ataques DDoS), em vez de causar tempo de inatividade em vários sites que compartilham um servidor. Os hackers usam bots para encontrar sites com vulnerabilidades e derrubá-los, o que torna seu “trabalho” mais fácil do que nunca.

Seu site pode estar vulnerável a ataques de hackers, a menos que você implemente as soluções de segurança cibernética mais avançadas do mercado. E isso significa que seu site pode entrar em um período forçado de inatividade, mesmo o mais ínfimo vulnerabilidade.

Falhas CMS

UMA CMS (Sistema de gerenciamento de conteúdo) pode criar problemas que levam ao tempo de inatividade, não importa em qual sistema o seu site está construído. A instalação de um plug-in incompatível em um site WordPress, por exemplo, pode causar a paralisação do site.

Erros de banco de dados e outros problemas internos também podem fazer com que seu site carregue páginas parciais ou em branco – ou nem mesmo carregue.

Supervisões de manutenção

Manter o seu site regularmente é fundamental para reduzir o risco de tempo de inatividade. Deixá-lo desmarcado por longos períodos pode fazer com que você não perceba os principais problemas e leve a uma interrupção inesperada do site no futuro.

Você precisa estar atento para verificar se o seu site está funcionando corretamente. Caso contrário, pode ocorrer uma falha massiva e um longo período de inatividade.

Como evitar o tempo de inatividade do site

Vamos explorar como você pode evitar o tempo de inatividade que interrompe seu negócio.

Aproveite as vantagens de um CDN

UMA CDN (Content Delivery Network) é uma camada entre o servidor de um site e seus usuários. Isso melhora a velocidade do site e facilita o acesso.

Os CDNs funcionam por meio de uma rede de servidores de cache, com base em vários locais em todo o mundo, que armazena uma versão em cache do conteúdo do seu site. Isso pode ser rapidamente entregue aos usuários nas proximidades.

Essencialmente, um CDN atua como um buffer capaz de fornecer conteúdo aos seus usuários, mesmo se o seu site cair. Ele também pode impedir que bots mal-intencionados entrem em seu site, filtrar o tráfego por meio da análise de endereços IP e agir como uma excelente rede de segurança no caso de uma breve interrupção.

Utilize um serviço de monitoramento para seu site

Um serviço de monitoramento de sites irá monitorar seu site continuamente e alertá-lo se ele cair.

Usar um serviço de monitoramento de sites não impedirá o tempo de inatividade do site, mas garantirá que você seja o primeiro a saber sobre isso.

Escolha um software de monitoramento que irá verificar o seu site nos intervalos mais curtos possíveis e enviar alertas por meio de vários canais. Além disso, crie uma página de status simples que informe os usuários sobre o problema quando eles acessarem.

Você deve ser o único a anunciar que seu site está fora do ar antes que os usuários comecem a fazer perguntas ou reclamar nas redes sociais. Faça uma abordagem proativa: mantenha seu público informado por meio de páginas de status e mídias sociais até que o problema seja resolvido.

Escolha seu anfitrião com cuidado

Uma das etapas mais importantes para evitar o tempo de inatividade do site é escolher o provedor de serviços de hospedagem. Eles devem ser equipados para lidar com os volumes de tráfego que você espera no presente e no futuro, independentemente de quão altos eles possam se tornar.

Você pode colocar em risco seu serviço e todo o seu negócio se optar por um provedor de baixa qualidade apenas porque eles oferecem os preços mais baratos. Especialmente quando você administra um negócio somente online e gera um tráfego enorme.

Apenas confie em seu site com um host que garanta alto tempo de atividade no acordo de nível de serviço (a maioria promete mais de 99,9% de tempo de atividade). Escolha o provedor que mais se alinha ao seu orçamento, necessidades e expectativas. Demore o tempo que for necessário e veja o que os outros clientes de um provedor em potencial têm a dizer antes de tomar sua decisão.

Faça backup de seus dados

Sua empresa deve fazer backup dos dados regularmente, pois seu site está sujeito a períodos de inatividade, apesar das medidas que você já tomou. Armazene seus dados localmente e na nuvem para total tranquilidade.

Muitos provedores de hospedagem oferecem ferramentas de backup. Cópia de segurança os serviços de hospedagem oferecem uma camada adicional de proteção caso o seu site fique indisponível.

É melhor configurar uma conta de hospedagem adicional com um provedor diferente, para que seus dados sejam armazenados em um servidor separado. Pequenos problemas, como a expiração do domínio, também podem causar a interrupção do site. Você pode resolver isso configurando seu domínio para renovação automática ou comprá-lo por longos períodos.

Autor: Elvis Plesky Fonte: https://www.plesk.com/blog/various/what-is-website-downtime-and-why-should-you-take-it-seriously/

Confira nossos planos de hospedagem de Sites, planos de hospedagem para WordPress, planos Econômicos. Planos de Email Profissional e Servidores VPS. Tenha um atendimento personalizado entrando em Contato pelo Site ou pelo WhatsApp. Se você é um revendedor, confira nossos planos de revenda.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on skype
Share on telegram
Share on email

Deixe um comentário

APROVEITE

DESCONTO DE 50% VITALÍCIO

para os planos PLUS, MEGA E TURBO!

PROMOCODE: MHVITA50

Oferta Termina em:

Dias
Horas
Min
Seg